segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

x-mas

Boa noite Brasília!


Eu só gostaria de deixar bem claro que sou completamente influenciável por qualquer coisa que o Oli coloque as mãos.... é foda.
É algo que foge do meu domínio... kkkk

terça-feira, 29 de novembro de 2011

doismile

sério.. pára tudo.
2011 acabou... jesus!!!

preciso montar minha retrospectiva!

sábado, 26 de novembro de 2011

mom



Eu acho assim.. minha mãe está me enlouquecendo em apenas 7 dias de estadia na minha casa...
Imagina se eu voltasse a morar com ela?
Quem morreria ou mataria primeiro?!

Mas, claro, eu amo ela demais!!! <3

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

x-mas


e não é que o natal está chegando?
puxa vida, o ano está acabando mesmo... ai meu Jesus Cristinho!


domingo, 6 de novembro de 2011

Hanson!!!



O show foi lindo do começo até o final... ainda estou em estado de graça.
Desde o comço, chegar no CitibankHall é muito fácil... muito rápido: ADOREI!

Acho que o local da fila foi essencial pra salvar a noite porque conheci meninas maravilhosas, uma até me deu carona, acredita?
Super anjos da guarda que fizeram a alegria das horas de espera para chegarmos na porta de entrada... longas horas de agonia!
Eu, definitivamente, parecia uma adolescente com direito a comprar colar do Hanson e tudo mais... foi incrível!!!

Chegando lá... meu lugar no camarote era simplesmente PERFEITO!
No meio.. mano... foi demais!
O Citibank é bem pequeno, então todo mundo conseguiu ver os meninos bem de pertinho.. ahhh foi LINDO!

E eles tocaram Madeline... >:D

sábado, 5 de novembro de 2011

estudando

Fiquei boa parte do sábado no centro cultural são paulo estudando...
Eu sabia que não ia ficar doida com a monografia... mas com essa história do trampo mais mudança... minha cabeça está a milhão.

É incrível a capacidade que eu tenho de multiplicar os meus problemas internamente.

E só pra constar... eu decidi não ir pro Planeta Terra.
Foi uma decisão difícil, mas como tudo na minha vida, eu preciso priorizar objetivos maiores.

É uma pena que eu não consiga ser muito doida e jogar tudo pro ar... acho que às vezes isso me faria bem.

sábado, 29 de outubro de 2011

amazing trip



Pouco a pouco estou adquirindo o poder de conseguir me concentrar lendo um livro...
Tudo bem que são livros científicos, mas já é um avanço, não?
*
Muitos cigarros e momentos de reflexão nessa noite de sábado chuvoso... esperanças?
Talvez.
O fato é que hoje, mais uma vez, fui na biblioteca estudar e eu me senti muito bem.
Não pelo fato produtivo, que foi mesmo, de ter estudado e avançado mais a monografia...
Foi mais pelo fato que eu fui pra um lugar onde ninguém incomodava ninguém, num silêncio absoluto, cada pessoa com um ideal à frente pra seguir e bem focada.
Sem maiores distrações... isso é lindo.
Eu fiquei, por vários momentos, tão feliz.
Podia ser assim sempre... sem que as pessoas tentassem incomodar os outros, invadir a privacidade alheia... e o melhor, focando única e exclusivamente em si próprio.
Não é que ando anti social, aliás eu sempre fui assim mesmo... mas é que é bom ter um momento de paz e ver que existem pessoas que também pensam assim, mesmo que às vezes ou raramente.
Odeio esse mundo onde todo mundo tem que se preocupar com todo mundo, invadir a vida dos outros achando que faz o bem... ou com propósito de fazer mal mesmo.
Acho que ando muito decepcionada com as atitudes dos outros... por isso me senti tão bem.
Na boa?
O que é mais sério nisso tudo é que eu realmente não me sinto mal em me sentir assim.
Será que tem algum problema comigo?!
Vai saber... pessoas são diferentes... outras muito parecidas.
É como costumo dizer e torno a repetir incansavelmente... deve ter uma versão melhor pra mim em algum lugar, em alguma outra vida...
Eu não fui feita pra esse mundo aqui. Definitivamente, não fui.

domingo, 23 de outubro de 2011

pronto, pa(i)rei.

Eu tentei continuar escrevendo minha monografia...
realmente preciso acabar, só tenho um mês!!!

Mas quando eu começo a ler as coisas... eu viajo e não consigo mais voltar.
Quando eu vejo, o tempo passou... eu matei dragões, construi cavernas, fiquei milionária, virei famosa e minha monografia... ficou pra trás.



quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Feriado




Hoje é feriado e, embora eu tivesse que estar escrevendo minha monografia, não consigo fazer nada.
Nem me concentrar pra ver um filme, nem jogar o play, nem escrever direito eu consigo.
(que bosta!)
Eu ia me forçar a dormir, mas na boa? Nem sono eu tenho... que sensação mais chata.
Enfim, resolvi escrever sobre algumas coisas "idiotas" que eu gosto, ou não.
Acho que todo mundo deve ter uma lista como essas, vale a pena listar a minha... quem sabe daqui a uns anos eu leia isso e veja o quanto mudei.
( ou o quando continuo do mesmo jeito!)
É pra isso que o meu blog serve mesmo... é uma cápsula do tempo que eu criei na minha terapia.
By the way, na terapia que eu também criei.
Mas calma, nem tem loucura nisso... tem sim muita lucidez: todo mundo tem que se conhecer para se reconhecer.
Quem não se conhece deve se forçar (meu caso), é impossível fazer com que as pessoas te entendam se você mesmo se desconhece.

Coisas "idiotas" que não gosto

gente falando no celular (porque geralmente elas falam alto)
filme de comédia (porque geralmente eu não costumo rir das piadas desses filmes)
gente muito bonita (de alguma forma isso me incomoda)
gente lerda nível 1 (ninguém gosta, mas meu nível de aceitar lerdeza é muito pequeno)
tatuagem japonesa (isso inclui sakuras e carpas)
a cor marrom (principalmente em roupas)
repetir o que falo nível 1 (mesmo quando o problema na fala é meu)
quem não aplica a gramática corretamente
mães e pais solteiros (eu sei... é preconceito, mas fazer o que?)
comida japonesa
água saborizada
cozinhar
o seriado "friends"
o sol (verão em si é chato)

e muitas outras coisas.

Coisas "idiotas" que gosto

tatuagens escritas (embora tenha poucas)
robôs
adesivos (de parede, de colocar em agenda, grande, pequeno.. todo tipo)
perfume masculino (para usar, não pra sentir em meninos.. embora seja bom também!)
banho quente (pelando)
vestidos (estou com mania de comprar!)
caveirinhas (é teen mas eu adoro)
super mario (muito.. MUITO)
ir ao cinema sozinha
pene gratinado (delícia)
canudos (mesmo tomando água.. ou cerveja)
brindes (pode ser qualquer coisa... mesmo que eu nunca use. sabe aquelas promoções: compre 2 coisas pelo triplo do preço mas vem com uma balinha de graça: EU QUEROOOO!)

e outras coisas.

Essa música é FODA:




terça-feira, 4 de outubro de 2011

dB

Desculpe Black'XS mas eu irei te trocar pelo Decibel.

Minhas manias de perfume masculino vão acabar comigo.
E eu não sou influenciada por essa propaganda, tá?!


sábado, 1 de outubro de 2011

*Once you're grown up you can never come back

*Acho que vi o Peter Pan falando isso quando era muito nova e, de certa forma, me amaldiçoou.


Eu fiz um texto enorme sobre anti heróis, mas na boa?
Que preguiça.

Não vai ser um texto sobre as minhas crenças particulares que irão me fazer sentir melhor.

Eu sou socialmente incorreta, sempre fui.
Eu não consigo compreender porque as pessoas fazem certas coisas para chamar atenção dos outros.
Soa tão feio... tão vulgar... tão falso.
Será que só eu percebo isso ou simplesmente as pessoas são coniventes?
Porque pra mim isso é normal, tem coisa que só eu vejo, eu sou esquizofrênica: sério!
Sem brincadeira.

Um dia desse eu estava em um ônibus lotado... pensando um monte de besteira.
Ai naquele momento mais viajante da minha imaginação eu comecei a brigar com uma pessoa e gritei no pensamento: "Sua puta escrota!".
No mesmo segundo, aconteceu alguma coisa na minha direção e muita gente olhou.
Sabe aquele olhar desconfiado, parece que o seu olho faz uma interrogação tipo "Whatahell?".
Sério, por alguns minutos eu jurava que ao invés de ter pensado no palavrão eu havia falado.
Mas durou muito tempo!
Aí eu comecei a brigar com minha mente:
Convencida, 20 minutos depois, cheguei em casa levando maior papo com a minha mente...
Ela me entende como ninguém (!)

Pra fechar a conclusão dessa loucura: eu realmente acho que não sou normal.
Ou sei lá, não estou normal.
Não acho que todo mundo faz esse tipo de coisa... e se faz, talvez seja por isso que o mundo tá louco...

Eu só me sinto diferente num lugar onde todo mundo, aparentemente, se sente normal.



sábado, 24 de setembro de 2011

i'm sick of saying sorry...

"Never mind, I'll find someone like you
I wish nothing but the best for you, too
Don't forget me, I beg, I remember you said
Sometimes it lasts in love
But sometimes it hurts instead"

Antes eu ouvia algumas músicas que me traziam lembranças tão doloridas.
Do mais que eu tentasse não ouvir... ou talvez não lembrar... não funcionava
e, não funciona.
Acho que realmente fui esculpida em uma armadura muito forte onde o que acontece na minha vida, por algum motivo inexplicável, nunca consegue me deixar.
Isso é bom por um lado porque tem muita coisa bonita que passei que eu jamais ousaria esquecer,
por outro lado é muito triste porque tem tanta melancolia dentro de mim que me contamina tanto e que nunca vai cair no esquecimento.
Não adianta, eu já tentei várias vezes.
As mágoas que outras pessoas causaram, isso eu relevo... porque sinceramente?
Eu sou boa em perdoar e quando isso acontece, eu não fico me remoendo tanto.
O que me incomoda de verdade é quando tenho absoluta certeza que eu magoei alguém, tentei consertar e não adiantou.
Mesmo tendo ouvido que passou, que isso não a fere mais... eu sinto, como se algo estivesse me rasgando por dentro.
E dói de verdade.

Eu sinto muito.
Sinto muito por ter causado um rombo tão grande na sua vida capaz de ter te mudado pra sempre.
Sinto muito, todos os dias que lembro do seu sorriso e depois das suas lágrimas.
Eu sinto tudo de ruim que fiz a você, guardado dentro de mim.

Sei que você também não queria causar tanta dor depois em mim, mas o que acontece comigo não tem freios e atinge uma dimensão catastrófica.

No final de tudo, você mudou e eu também.

Acho que a gente se quer tanto quando estamos longe, com o carinho mais puro de todos, que quando estamos perto respiramos o mesmo ar e se torna insuportável, para os dois.



domingo, 28 de agosto de 2011

Top 3 - Choros de Seriados

Acabei de ver um episódio fudido de Spartacus e quase morri de tanto chorar.

Ai me lembrei de alguns episódios de seriado que eu também fiquei super triste e chorei baldes.
Eis a lista do Top 3 - Choros de Seriados

#3

Último episódio da 5ª temporada de House MD.
O Wilson totalmente perdido tentando recuperar a Amber e, o House por sua vez, decide parar o coração pra se lembrar do que houve no acidente de ônibus.
Tentativas desesperadas para trazê-la de volta: não conseguem.
A última parte do episódio, o Wilson havia comprado um colchão novo pra Amber e ela deixou um recadinho pra ele. Quando ele resolve dormir, encontra! :.(
(Chorei baldes)


#2

Último episódio da 5ª temporada de Supernatural.
O Sam diz "sim" a Lucifer mas perde o controledo seu corpo e começa a socar o Dean.
Nisso, entra toda a história dos dois irmãos... as cenas das temporadas anteriores.. eles crianças brincando no carro... e o Dean fica deformado de tanto apanhar.
No final o Sam se recupera e consegue se jogar no buraco.
(Chorei baldes)



#1
10 episódio da 1ª temporada de Spartacus.
Spartacus e o Varro participam de uma apresentação de gladiadores, até então era apenas uma encenação.


Dão uma ordem para que o Spartacus mate o Varro, mas eles são fiéis amigos... o Spartacus começa a chorar (e eu também!) como o Varro sabe que ele não vai conseguir.. ele pega a espada e se espeta.
O Spartacus fica desconsolado e volta pro quarto morrendo de chorar (e eu também)



*
Olha... ver homem chorando é foda!
Quando eu vejo uma mulher chorando eu fico com raiva, sabe?
Sempre é exagero, eu não consigo me comover.
Agora homem... porra, é foda (!)

sábado, 27 de agosto de 2011

true believers


Ontem resolvi sair com algumas pessoas que, em sua maioria, não conhecia.
E sabe de uma coisa?
Foi uma noite bem agradável.. rimos bastante e conheci muitas pessoas legais.

Mas, mesmo assim, sempre quando eu resolvo sair... eu dou um belo sorriso pra todos e penso "eu não pertenço a isso aqui..."

As pessoas falam e eu não entendo direito o que elas querem dizer ou sei lá.. porque elas estão falando certas coisas. Pra mim não faz sentido algum.
Eu não consigo me entreter por mais de uma hora com qualquer pessoa que seja...
just boring
Eu não queria ser uma pessoa entediada, não mesmo.
É que simplesmente as coisas fazem sentido mas as pessoas não.

Só pra constar, eu continuo acreditando que um dia eu vou encontrar pessoas legais que eu realmente me identifico.
Por enquanto, o máximo que eu consegui foi muito distante.

*

De qualquer forma, eu troquei poucas palavras com um menino que está vivendo as mesmas coisas que eu.. e por um instante eu vi que não sou só eu que estou perdida em São Paulo.
Ele me fez reconhecer que eu não posso tirar o mérito dos outros, ou achar que todo mundo é idiota e que luta por coisas desinteressantes.




domingo, 14 de agosto de 2011

Raconteurs

"Oh well how can I see the road
If I'm looking at the signs?"


É, a minha irmã vai casar.
Por um momento eu lembrei do convite de casamento da Rita, irmã da Marta, e lembrei de como o casamento dela foi lindo.
As palavras que o ex-marido dela mencionou quando assinaram as papeladas na frente de todo mundo.
Uma recepção simples, porém LINDA e comovente.. diria até mais: inesquecível!
Aí me veio em mente... "as coisas tinham que acabar tão rápido depois de tudo aquilo que foi dito?"
É... realmente eu não sei.
Eu amei pouquíssimas pessoas na minha vida.
Na verdade, só uma.
E eu nunca vou esquecer... por mais que seja um filho da puta maldito.. mas eu nunca vou esquecer.
Acho que as pessoas amam pra sempre, mas não necessariamente ficam juntas pra sempre!
E não deveria ser assim... ah como eu sou uma romântica platônica.
Mas mesmo assim, como Jabor diz: "Não é que o fim seja porque as coisas não deram certo, elas simplesmente deram certo por um tempo!"

Eu só acho que não deveria ser assim.
Deveria e deve ser eterno mesmo.

Espero que pelo menos com a minha irmã o casamento dure de verdade, porque se acabar como o da Rita eu vou perder a crença no amor de verdade.


domingo, 31 de julho de 2011

Agosto, mês dos pais.

Bom, agosto sempre é aquele mês meio chatinho... primeiro porque é o meu inferno astral e depois porque é mês que comemoramos o "Dia dos Pais".

Resolvi postar uma foto da minha amiga queridíssima, Marcela, porque se pra mim é complicado passar esse mês pensando em voltar pra Brasília pra poder abraçar meu pai.. ou sei lá.. estar com ele.. pra Má é muito mais difícil porque é o primeiro dia dos pais que ela passará sem ele.

Então que ela tenha forças do além para que esse dia seja repleto de tranquilidade, e que a dor venha... mas que consiga ir embora no final do dia.

Continuar vivendo sem o pai dela ela conseguirá porque é uma das mais fortes amigas que tenho mas a saudade fica sempre!




domingo, 10 de julho de 2011

Disney x Pixar x Marhera



Eu prometi que nunca mais iria ver ou rever filmes da Disney...
Pra mim sempre foi uma questão de fingimento, sabe?
A Pixar é mil vezes melhor... sem comparação.
As pessoas morrem, se perdem, não voltam... é mais real!
Agora na Disney não, desde a primeira cena, você sabe exatamente o que vai acontecer...
"Todos ficarão felizes no final"

E essa filosofia é uma grande droga, sério... isso contamina a cabeça das pessoas influenciáveis pelos filmes: Crianças ou Marheras.
Mas aí semana passada eu vi a sequência do Rei Leão (que tem 3 filmes).
E foi demais... realmente é bem legal!
Aí essa semana eu tomei coragem pra ver a sequência de Toy Story...
Quase morri quando o Andy vai pra faculdade e deixa os brinquedos para a menininha brincar..
É emocionante!



Conclusão1
Voltei a ver os filmes da Disney!
Com 26 anos eu superei esse trauma de pensar que tudo é perfeitinho e blá blá blá.

Conclusão 2
Quando meus filhos tiverem 26 anos eles podem assistir os filmes da Disney sem problemas...
enquanto isso: Só animação da Pixar!

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Sufjan Stevens - Holland

Essa semana eu tive o prazer de ouvir um cantor surpreendente que tem os arranjos mais delicados que já pude ouvir...

Digamos que... Sufjan Stevens, estou apaixonada por suas composições.


Me desculpe Dallas Green (City and Colour) e Matt Hales (Aqualung) mas vocês, impossivelmente, foram superados.



Essa música, Holland, é de uma sutileza inconparável, de uma doçura sem tamanho... é tão carinhosa.


Me lembrou Sunny Day, acho que por isso eu gostei tanto...



All the time we spent in bed
Counting miles before we set
Fall in love and fall apart
Things will end before they start

Sleeping on Lake Michigan
Factories and marching bands
Lose our clothes in summer time
Lose ourselves to lose our minds
In the summer heat, I might





domingo, 8 de maio de 2011

Em dias que o fácil se torna difícil..




*

Hoje eu decidi começar o post com uma parte do videoclipe do Silverchair: Miss you love.

Dispensando comentários disnecessários...

É impressionante como eu lido com as pessoas de uma forma diferenciada.Pra cada pessoa eu tendo ser mais cautelosa, mais atenciosa, mais formal... mas dificilmente eu posso ser a Marcela mesmo.

É muito raro!

E o Vi me resgata isso, sabe?

Eu sei que eu posso ser idiota, falar mal dos outros, ser trouxa, mimada, ter 13 anos.. enfim..
Eu posso fazer qualquer bobeira que a gente se entende fácil!

A gente se entende e se complementa muito bem;

sábado, 23 de abril de 2011

Brasília

É difícil chegar em Brasília, ver minha casa sem meus pais...
Parece que agora sim eu entendi o que é 'Home' quando se trata de 'Lar'.
Não é o espaço físico em si... é o preenchimento dele com amor de família.
Mas minha irmã está se esforçando muito. (L)
*
Agora o que vai ser mais difícil ainda é chegar em São Paulo...
Ahhhh sim.. será.
Por causa disso:


Hoje eu percebi que eu não volto mais pra morar aqui.
E se voltar.. será daqui a muito tempo.
Então fotos como essas provavelmente só se repetirão umas 2 vezes no ano...
Isso significa que sorriso assim, de sincera felicidade, eu só terei 2 vezes no ano.
Não que minhas outras amigas não preencham esse vazio...

Mas Lar não é casa.
Lar é sentimento.
E igual a esse.. eu nunca sinto igual.

domingo, 10 de abril de 2011

Pedidos.


Eu só queria um carinha assim...

Magricela... tatuado... de all star sujo...

e claro: de regata branca!



Ou sem regata branca...




Ôo meu Pai porque eu fui encontrar essas fotos do John O'Callaghan logo a essa hora da noite... em pleno final de domingo...

Não é justo fazer isso com o meu sono!


Nice dreams!

sábado, 26 de março de 2011

Caixa de Pandora

Oi sábado de tédio!

Como não tinha absolutamente nada para fazer eu resolvi gravar outro videozinho!
Esse ficou menos emotivo porém ficou bem curioso!

Marhera em "A Caixa de Pandora"

ENJOY

video

quinta-feira, 24 de março de 2011

Tennis - Waterbirds



Waterbirds - Tennis

Still dreaming of the thicketed field
Salty marsh fed by the tidal stream
Look down the flush
Sleeping deep in the brush
The night brings the hush
I can hear the current
Hidden by the knees of the cyprus trees
The insects chirping underneath the leaves
When you kiss me, you really kiss me
Tell me how can you resist me? (Se achou!) auhauaha >:D
Did we ever reveal?
This is all that we need
Did we ever reveal?
This is all that we nee

*

Música tão linda... <3

segunda-feira, 21 de março de 2011

Radiohead - Give Up The Ghost (The King Of Limbs)

Além do final de semana ter sido excelente, com pitadas de mau-humor, essa música completa qualquer segunda-feira.
Seja ela qual for...



Próxima tattoo.: surpreenda-se.

domingo, 6 de março de 2011

Best Of You

O post hoje será diferente!
Resolvi fazer um vídeo!!!

Enjoy!!!



A foto que falei no vídeo!!!


quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

>:D

Eu comecei a gostar de homens tatuados por causa dele...




*

Esses dias estão sendo bem complicados...
Me bateu um desânimo no trabalho, sabe?
Puxa vida, não deveria ser assim!
Vai ver que é só fase mesmo... vai saber.

sábado, 19 de fevereiro de 2011

Times like THESE

Semana passada foi o casamento da Bruninha em Brasília e eu consegui ver!!
Quase morri de tanto chorar, juro por Deus!
Casamentos me deixam assim.. crendo que o amor existe!
(momentâneamente, claro)

Estava conversando com a minha colega hoje e ela me falou algo que eu fiquei pensando.. pensando e resolvi postar:

"Marcela, existem mulheres que nasceram pra não dar certo em relacionamento.
Não importa o nível intelectual.. grau de beleza.. riqueza, é o destino mesmo.
Não tem pra onde correr..
Às vezes a gente tenta.. tenta.. e acha lá no fundo que algum dia vai dar certo.
Mas não vai."

Vélhooo.. não sei se essa teoria é verdadeira..
mas me fez pensar um bocado ( ! )
Realmente..
Eu tenho TANTA amiga linda, inteligente, legal.. sem deifeito aparente.. que tá sozinha.
Ou que nunca foram completamente felizes.
Que triste isso.

Enfim, em falar em triste eu vou acabar meu namoro hoje.
Mas é "por falar em triste" porque o que me veio a questionar foi "falta de tristeza".
Como eu sempre falo.. em um término de relacionamento.. uma pessoa fica feliz e a outra fica triste... senão tem algo errado.
Mas sério?
Não dá pra gente tentar forçar um relacionamento apenas pelo respeito e companhia... é muito pouco.
Ou insuficiente.. sei lá.
O fato é que se você gosta mesmo de alguém.. você não se questiona.
Você faz as coisas.. corre atrás.. liga.. viaja.. como se fosse algo natural.
Agora quando vc se questiona... é uma merda.

Lembro de um ex-namorado meu que eu ADORAAAAAAAVA;
Ai eu marquei de encontrá-lo de noite porque era o aniversário dele.. quando foi de tarde eu resolvi ir ao shopping comprar um presente pra entregar quando eu o encontrasse.
Ai eu fiquei umas 3 horas rodando de loja em loja:
"Não, isso ele não gosta"
"Não, isso ele não usaria jamais"
"Não.. isso com certeza ele me zuaria por comprar"
"Não.. MAGINA! Jamais ele gostaria"

Ai eu saí do shopping, tomei um sorvete e fui encontrar com ele sem presente.
E acabei com ele. (sim no dia do aniversário dele)
Moral da história:
Eu acordei gostando de uma pessoa que faria aniversário.
Gastei horas tentando comprar algo pra um idiota que não gostava de nada.. achava tudo chato e irritante.
Aí veio um estalo: "O que é que eu estou fazendo com ele?"
"O QUE É QUE EU ESTOU FAZENDO COMIGO?"

kkkkkkk
Um passeio ao shopping pode render muitas coisas...

Essa história é verídica. >:D Espero que ele nunca leia e descubra isso! kkkkk




Diga "Xis"

Fim.

domingo, 23 de janeiro de 2011

stupid to think.




And honestly, I might be
stupid to think love is love
but I do
and you've waited so long and
I've waited long enough for you.

*

Eu acho assim... o mundo é feito de oportunidades.
Quando você vê uma passando você tem que escolher o momento de pegar ou largar.
E esteja certo de que ela não volta.
NÃO VOLTA.
Sabe aquela entrevista que você tanto queria e que naquele dia não quis ir..
NÃO VOLTA.
Sabe aquela carta que pensou em mandar e até escreveu mas não mandou?
NÃO VOLTA.
Ou quem sabe aquele grito de desespero de "Ei imbecil.. VAI TOMAR NO CÚ!"
NÃO VOLTA.

Então...
Você espera um ano, uma oportunidade de tentar mudar a sua vida...
Sei lá...
Quem sabe de fazer tudo que sempre quis acontecer e pode fazer naquele exato momento!
E passa batido.
Ou se faz... faz mal feito.
Ou até mesmo faz bem feito mas tem a capacidade de não completar depois por puro descaso da vida.
Infelizmente ou felizmente... vai saber... o tempo não pára.
Como diria o sábio Beto Cupertino (Violins ) "Eu só faço a minha parte".
E o tempo amigão... ahhhh

NÃO VOLTA.

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

A internet infarta e pode matar.

O Facebook teve a genial idéia de inventar o "My Top Followers".
O legal é que eu pensei que ele rastreava as pessoas que eu não conhecia simplesmente por entrar nos profiles... mas não é assim.
Só que eu descobri isso depois de sofrer por uma semana.
¬¬'
Da próxima vez é melhor eu ler as letrinhas vermelhas das observações... me pouparia algumas futuras rugas.
De qualquer forma.. isso não é o meu único problema...

Hoje eu add no twitter quem eu não deveria.. super me imaginei como o Dono do Facebook (no filme) que add a menininha lá no final do filme e fica apertando F5 pra ver o que rola.
É ridículo.
Mas eu sou ridícula mesmo.. :)

Mas se só isso fosse meu problema.. estaria até tranquila: NÃO É.

Então.. da próxima vez que eu inventar de entrar logada no youtube eu tenho que prestar mais atenção nos FAVORITOS.
PORQUE VOCÊ PODE FAVORITAR UMA PESSOA BEM TRAUMÁTICA.

Resumindo.. o meu maior problema é que eu trabalho com internet.

Algumas pessoas vivem dela... eu sobrevivo por causa dela.
E eu estou virando uma geek.
Isso é preocupante.

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Ano Novo

Fotos da festa da virada de ano na casa da Elízia!!

Bom...eu não lembro de ter tirado nenhuma foto.. mal me lembro de como foi o ano novo.. mas o dia 31 foi muito bom!
Do começo ao fim!!!

E provavelmente a festa foi maravilhosa porque eu tenho uma sensação muito boa dela.
Reflita(?)




terça-feira, 4 de janeiro de 2011

E eu ainda te espero chegar

Hoje eu resolvi afinar meu violão e tocar...




C7+
Sopra leve o vento leste
E encrespa o mar
Dm7
E eu ainda te espero chegar
C7+
Vem a noite
Cai seu manto escuro devagar
Dm7
E eu ainda te espero chegar

C7+
Não telefone, não mande carta
Dm7
Não mande alguém me avisar
C7+
Não vá pra longe, não me desaponte
Dm7
O amor não sabe esperar
F7+ Bb7
Ficar só é a própria escravidão, aaa...
Am7 D7
Ver você é ver na escuridão
F7+ C/E
E quando o sol sair
Ebº Dm7 F/G C7+
Pode te trazer pra mim

sábado, 1 de janeiro de 2011

The Beatles - "Dig A Pony" (Rooftop Concert)




Dig a Pony

I dig a pony
Well, you can celebrate anything you want

Yes, you celebrate anything you want


Ooh

I do a road hog
Well you can penetrate any place you go,
Yes you can penetrate any place you go
I told you so, all I want is you.
Everything has got to be just like you want it to.


Because

I pick a moon dog
Well you can radiate ev'rything you are
Yes you can radiate ev'rything you are

Ooh

I roll a stoney
Well you can imitate ev'ryone you know
Yes you can imitate ev'ryone you know.
I told you so, all I want is you.
Ev'rything has got to be just like you want it to.

Because

I feel the wind blow
Well you can indicate ev'rything you see
Yes you can indicate ev'rything you see

Ooh

I load a lorry
Well you can syndicate any boat you row
Yes you can syndicate any boat you row.
I told you so, all I want is you.
Ev'rything has got to be just like you want it to.

Because...


**********

Oi 2011.